Terça-feira, 20 de Setembro de 2011

Estou com medo de regressar a esta casa, pois parece que sempre que aqui volto, a minha vida desanda.

No entanto, no fim-de-semana que passou, tive a oportunidade de rever a minha família e de reencontrar Brunnhilde. Não sei se ela ainda mora aqui, mas apetece-me procurá-la. Apetece-me chamá-la, agora que as coisas parecem voltar, ainda que lentamente, ao lugar. Assim, arrume-se a casa!

 

E se, quando encarnei Brunhild, o fiz pelo caráter guerreiro da personagem (e pela historieta de amor, pois claro), ao rever, há dias, o ciclo d' O Anel do Nibelungo, a escolha, ainda que inconsciente, pareceu-me certeira em todos os sentidos, na medida em que se revelou ser mais profunda.

 

Sim, as injustiças continuam a revolver as entranhas e, pelo que acredito, sou capaz de lutar, enfrentar seja quem for e de levar, a decisão, até às últimas  consequências.

Sim, queimo-me amiúde. E, ao contrário do que seria de esperar, dói sempre como se fosse a primeira queimadura.

Mas antes assim do que a alternativa: criar pele de sapo.

 

Desejem-me sorte (embora não acredite nela), e vamos lá regressar às cavalgadas!
Será que ainda me lembro como se faz?... 

 

 



publicado por Brunhild às 23:01 | link do post | comentar

2 comentários:
De naovouporai a 21 de Setembro de 2011 às 10:53
sua maluca... ;) Boa sorte!


De Brunhild a 21 de Setembro de 2011 às 21:53
vinha, lampeira, fazer um like ao teu comentário... ai! :)


Comentar post

mais sobre mim
cavalgadas recentes

Álbum: raízes

hold on to your dream

O efeito Gabriela

Cindafuckin'rella, precis...

Sonata de Outono

Olá!

...

paradoxos, incongruências...

espreitar

não gosto

ás vezes

O supremo verbo da humani...

as coisas que eu ouço

e esse Natal, como foi ?

Albúm de fotografias

reencarnação deferida

retratos da vida a 2

Toc Toc ?

leva-me aos fados

in a dark place #1

comentários recentes
A perda não foi minha. Esta, pelo menos. Mas um di...
Vive-se segurando a dor na dor dos outros. Tentand...
ah pois é! :)
ahhhh... a bela juventude!!! :P
e tu achas que eu não penso nisso? tenho mais medo...
porque alguém - Walt Disney?! - nos disse que para...
a ver por algumas parideiras que por aí e por aqui...
sim, se assim não fosse a humanidade não existia. ...
Maria, obrigada por leres o nosso blog. Beijinhos
Qual é o supremo verbo da humanidade, parir?!...Se...
outras cavalgadas
cavalgadas arquivadas
subscrever feeds