Quinta-feira, 17 de Dezembro de 2009

Porque é que os advogados não falam a mesma língua dos comuns mortais? Teimam, porque teimam, em aplicar aqueles termos técnicos que ninguém percebe ou que ninguém usa.

 

Alguém os informa, por favor, que a linguagem visa a comunicação. E a comunicação pressupõe transmitir algo.

É impossível transmitir algo quando o emissor usa uma linguagem que o receptor não domina!

 

Querem um exemplo prático? O Jorge Sampaio, o nosso ex-Presidente, licenciado em Direito. Sempre que o homem começava a dircursar, com aqueles palavrões tipo camião TIR mais atrelado, eu começava logo a bocejar.

E pergunto-me, quantos portugueses terão conseguido perceber o que ele dizia?!

 

Também, que interessa isso, se o povo português vota pelo "ar" dos políticos e não pelo que eles dizem. Porque eles dizem todos o mesmo. Aliás, que interessa o que eles dizem?! Se eles nunca cumprem! Não é?

 

Fui educada pelos meus pais a nunca mentir e a cumprir a minha palavra. Não prometer o que não estaria ao meu alcance fazer. Mas, se o fizesse, teria que cumprir. Désse por onde désse. Caso não o fizesse, no mínimo, um pedido de desculpas.

Ou seja, ensinaram-me a medir sempre o que digo/faço antes de o dizer/fazer. Porque existem consequências. Quer das nossas palavras/actos, quer das nossas não-palavras/não-actos. Consequências essas pelas quais sou responsável. Sob pena de perder palavra, a honra, a confiança dos outros.

Conceitos estes perdidos pelos políticos. E porquê?! Porque não são responsabilizados pelos seus actos. Fazem o que querem, sem sofrerem as consequências. Estas, quem as sofre, somos nós. Nós calamo-nos, não lhes exigimos um pedido de desculpa, nada. Os que vierem a seguir, fazem o mesmo. Pois claro!

 

Pois, eu sei. Esta linguagem - nunca mentir, ter e cumprir palavra, honra, responsabilidade, consequências, confiança - é uma língua morta. Pouco ainda a falam e compreendem.

Pergunta: valerá a pena insistir nela?!...



publicado por Brunhild às 12:00 | link do post | comentar

5 comentários:
De Ortlinde a 17 de Dezembro de 2009 às 14:20
claro que vale a pena!

e os portugueses não votam pelo ar, olha o socrates, nem de armani consegue arranjar um arzito fresco.
O português é esfomeado e vota naquela que faz mais arraiais com muito vinho e sandes de torresmo mais a sul e sandes de presunto mais a norte.


De Ortlinde a 17 de Dezembro de 2009 às 14:27
mas eu vim aqui mesmo para te desejar um bom concerto logo à noite. E que aquele vazio que vais sentir à direita não vai ser para sempre :)

diverte-te muito!


De Brunhild a 17 de Dezembro de 2009 às 15:00
obrigada. mas o concerto é só amanhã! :D Hoje é só ensaio geral, com orquestra e solistas.
Divertir, divirto-me sempre. Principalmente com os coralistas séniores que têm conversas destas ao meu lado direito, logo a seguir ao vazio. :)


De Ortlinde a 17 de Dezembro de 2009 às 15:24
aiiii hoje é quinta! pensei que já era sexta :(


De naovouporai a 17 de Dezembro de 2009 às 17:39
hoje também ando numa de que já é sexta... amanhã até vou bater mal quando me cair a realidade em cima...


Comentar post

mais sobre mim
cavalgadas recentes

Álbum: raízes

hold on to your dream

O efeito Gabriela

Cindafuckin'rella, precis...

Sonata de Outono

Olá!

...

paradoxos, incongruências...

espreitar

não gosto

ás vezes

O supremo verbo da humani...

as coisas que eu ouço

e esse Natal, como foi ?

Albúm de fotografias

reencarnação deferida

retratos da vida a 2

Toc Toc ?

leva-me aos fados

in a dark place #1

comentários recentes
A perda não foi minha. Esta, pelo menos. Mas um di...
Vive-se segurando a dor na dor dos outros. Tentand...
ah pois é! :)
ahhhh... a bela juventude!!! :P
e tu achas que eu não penso nisso? tenho mais medo...
porque alguém - Walt Disney?! - nos disse que para...
a ver por algumas parideiras que por aí e por aqui...
sim, se assim não fosse a humanidade não existia. ...
Maria, obrigada por leres o nosso blog. Beijinhos
Qual é o supremo verbo da humanidade, parir?!...Se...
outras cavalgadas
cavalgadas arquivadas
subscrever feeds