Sexta-feira, 26 de Junho de 2009

Confesso que não sou fã de Michael Jackson.

Provavelmente porque não conheço a fundo o seu trabalho. Mea culpa.

Assim à primeira escuta, prefiro-o aqui...

 

 

[Eu recuso-me a falar das pessoas no Pretérito só porque morreram. Para mim, não faz sentido. Para mim, as pessoas são imortais. Vivem para sempre, desde que sejam lembradas.]



publicado por Brunhild às 10:01 | link do post | comentar

2 comentários:
De Mª dos Prazeres, Santa Comba Dão a 26 de Junho de 2009 às 12:53
Lamento informar mas o senhor já estava morto há muito tempo... esqueceram-se foi de o avisar!


De Nuno Lx a 26 de Junho de 2009 às 15:49
Concordo com a Maria... não sei que grande surpresa foi a morte do Michael, desde que ele resolveu embranquecer que a saúde andava muito mal.

Eu também não conhecia o senhor a fundo (felizmente!!) mas fiquei mt mais abalado com a morte do Freddie Mercury do que o, auto-alegado, rei da Pop...

Por outro lado, não me parece bem que se refira neste blog a morte deste cantor e se esqueça essa beleza de outras épocas que foi a Farrah Fawcet, igualmente falecida... essa sim era colírio para os olhos!!


Comentar post

mais sobre mim
cavalgadas recentes

Álbum: raízes

hold on to your dream

O efeito Gabriela

Cindafuckin'rella, precis...

Sonata de Outono

Olá!

...

paradoxos, incongruências...

espreitar

não gosto

ás vezes

O supremo verbo da humani...

as coisas que eu ouço

e esse Natal, como foi ?

Albúm de fotografias

reencarnação deferida

retratos da vida a 2

Toc Toc ?

leva-me aos fados

in a dark place #1

comentários recentes
A perda não foi minha. Esta, pelo menos. Mas um di...
Vive-se segurando a dor na dor dos outros. Tentand...
ah pois é! :)
ahhhh... a bela juventude!!! :P
e tu achas que eu não penso nisso? tenho mais medo...
porque alguém - Walt Disney?! - nos disse que para...
a ver por algumas parideiras que por aí e por aqui...
sim, se assim não fosse a humanidade não existia. ...
Maria, obrigada por leres o nosso blog. Beijinhos
Qual é o supremo verbo da humanidade, parir?!...Se...
outras cavalgadas
cavalgadas arquivadas
subscrever feeds