Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2010

"But there were other lessons Simon taught me that I regret learning. I learned not to trust people; I learned not to believe what they say but to watch what they do; I learned to suspect that anyone and everyone is capable of "living a lie". I came to believe that other people - even when you think you know them well - are ultimately unknowable. Learning all this was a good basis for my subsequent career as an interviewer, but not, I think, for life. It made me too wary, too cautious, too ungiving. I was damaged by my education."

 

My harsh lesson in love and life, by Lynn Barber

 

 

Mais um que quero ir ver.



publicado por Brunhild às 18:22 | link do post | comentar

5 comentários:
De Ortlinde a 26 de Fevereiro de 2010 às 08:54
O Simon era judeu...aposto que tinha barba.

posso ir contigo ver? só para confirmar a barba. Aii que tou tão bem dispostinha!


De Brunhild a 26 de Fevereiro de 2010 às 09:34

PODES!



Também estou bem dispostinha, afinal. hic!



De Ortlinde a 26 de Fevereiro de 2010 às 10:47
hummm, ontem nem dei conta do Tone chegar....logo vai haver interrogatório, ai vai vai

E TU PARA COM AS PISCADELAS QUE ESTOU A FICAR EPILÉPTICA!


De Ortlinde a 26 de Fevereiro de 2010 às 10:48
quase a passar ao epi-létrica!


De Brunhild a 26 de Fevereiro de 2010 às 10:57
Chegamos todos cedinho a casa. E direitinhos.

Eu é que precisava de ficar epi-eléctrica!
Acho que vou tomar um cafézinho...

I'll be back!


Comentar post

mais sobre mim
cavalgadas recentes

Álbum: raízes

hold on to your dream

O efeito Gabriela

Cindafuckin'rella, precis...

Sonata de Outono

Olá!

...

paradoxos, incongruências...

espreitar

não gosto

ás vezes

O supremo verbo da humani...

as coisas que eu ouço

e esse Natal, como foi ?

Albúm de fotografias

reencarnação deferida

retratos da vida a 2

Toc Toc ?

leva-me aos fados

in a dark place #1

comentários recentes
A perda não foi minha. Esta, pelo menos. Mas um di...
Vive-se segurando a dor na dor dos outros. Tentand...
ah pois é! :)
ahhhh... a bela juventude!!! :P
e tu achas que eu não penso nisso? tenho mais medo...
porque alguém - Walt Disney?! - nos disse que para...
a ver por algumas parideiras que por aí e por aqui...
sim, se assim não fosse a humanidade não existia. ...
Maria, obrigada por leres o nosso blog. Beijinhos
Qual é o supremo verbo da humanidade, parir?!...Se...
outras cavalgadas
cavalgadas arquivadas
subscrever feeds