Sexta-feira, 21 de Maio de 2010
Cântico Negro


"Vem por aqui" --- dizem-me alguns com olhos doces,
Estendendo-me os braços, e seguros
De que seria bom se eu os ouvisse
Quando me dizem: "vem por aqui"!
Eu olho-os com olhos lassos,
(Há, nos meus olhos, ironias e cansaços)
E cruzo os braços,
E nunca vou por ali...

A minha glória é esta:
Criar desumanidade!
Não acompanhar ninguém.
- Que eu vivo com o mesmo sem-vontade
Com que rasguei o ventre a minha mãe.

Não, não vou por aí! Só vou por onde
Me levam meus próprios passos...

Se ao que busco saber nenhum de vós responde,
Por que me repetis: "vem por aqui"?
Prefiro escorregar nos becos lamacentos,
Redemoinhar aos ventos,
Como farrapos, arrastar os pés sangrentos,
A ir por aí...

Se vim ao mundo, foi
Só para desflorar florestas virgens,
E desenhar meus próprios pés na areia inexplorada!
O mais que faço não vale nada.

Como, pois, sereis vós
Que me dareis machados, ferramentas, e coragem
Para eu derrubar os meus obstáculos?...
Corre, nas vossas veias, sangue velho dos avós,
E vós amais o que é fácil!
Eu amo o Longe e a Miragem,
Amo os abismos, as torrentes, os desertos...

Ide! tendes estradas,
Tendes jardins, tendes canteiros,
Tendes pátrias, tendes tectos,
E tendes regras, e tratados, e filósofos, e sábios.
Eu tenho a minha Loucura!

Levanto-a, como um facho, a arder na noite escura,
E sinto espuma, e sangue, e cânticos nos lábios...

Deus e o Diabo é que me guiam, mais ninguém.
Todos tiveram pai, todos tiveram mãe;
Mas eu, que nunca principio nem acabo,
Nasci do amor que há entre Deus e o Diabo.

Ah, que ninguém me dê piedosas intenções!
Ninguém me peça definições!
Ninguém me diga: "vem por aqui"!
A minha vida é um vendaval que se soltou.
É uma onda que se alevantou.
É um átomo a mais que se animou...
Não sei por onde vou,
Não sei para onde vou,
- Sei que não vou por aí.


José Régio


publicado por Brunhild às 10:29 | link do post | comentar

12 comentários:
De naovouporai a 21 de Maio de 2010 às 11:29
Grande :D


De Brunhild a 21 de Maio de 2010 às 13:19
:D


...
Não, não vou por aí! Só vou por onde
Me levam meus próprios passos...

...

Eu amo o Longe e a Miragem,
Amo os abismos, as torrentes, os desertos...

...

Eu tenho a minha Loucura!

Levanto-a, como um facho, a arder na noite escura,
E sinto espuma, e sangue, e cânticos nos lábios...

...

Mas eu, que nunca principio nem acabo,
Nasci do amor que há entre Deus e o Diabo.

...


muito bom! ;)


De naovouporai a 21 de Maio de 2010 às 13:33
nada a ver, mas, já leste a Toada de Portalegre? ;)


De Brunhild a 21 de Maio de 2010 às 14:58
agora, sim ;)


De naovouporai a 21 de Maio de 2010 às 15:18
é o calor que me faz lembrar desses escritos... :P


De Brunhild a 21 de Maio de 2010 às 15:25
(não puxes por mim... :P)

a mim o calor quebra-me a tensão... estou que nem posso. :(


De naovouporai a 21 de Maio de 2010 às 15:31
a vontade de trabalhar é inversamente proporcional ao calor neh? :/ ufff...


De Brunhild a 21 de Maio de 2010 às 15:41
tb :)

mas pior é a dor de cabeça, a fraqueza, a sensação de desfalecimento... (quase desmaiei no Jamor :s)
por outro lado, devo comer mto chocolate :D


De naovouporai a 21 de Maio de 2010 às 15:52
ahahahah comer mto chocolate... está ceeeerrtoooo!!! :P

então e amanhã que já vai estar mais fresquito... praia? ;)

no jamor deve ter estado horrível....


De Brunhild a 21 de Maio de 2010 às 15:54
sim, praia. claro! apareces p hamburgueres?


De naovouporai a 21 de Maio de 2010 às 15:55
ainda num bi direito a minha agenda, mas quando me explicares bem onde fica e horas e tal era uma boa era! :D


De Brunhild a 21 de Maio de 2010 às 15:56
segue sms já a seguir!


Comentar post

mais sobre mim
cavalgadas recentes

Álbum: raízes

hold on to your dream

O efeito Gabriela

Cindafuckin'rella, precis...

Sonata de Outono

Olá!

...

paradoxos, incongruências...

espreitar

não gosto

ás vezes

O supremo verbo da humani...

as coisas que eu ouço

e esse Natal, como foi ?

Albúm de fotografias

reencarnação deferida

retratos da vida a 2

Toc Toc ?

leva-me aos fados

in a dark place #1

comentários recentes
A perda não foi minha. Esta, pelo menos. Mas um di...
Vive-se segurando a dor na dor dos outros. Tentand...
ah pois é! :)
ahhhh... a bela juventude!!! :P
e tu achas que eu não penso nisso? tenho mais medo...
porque alguém - Walt Disney?! - nos disse que para...
a ver por algumas parideiras que por aí e por aqui...
sim, se assim não fosse a humanidade não existia. ...
Maria, obrigada por leres o nosso blog. Beijinhos
Qual é o supremo verbo da humanidade, parir?!...Se...
outras cavalgadas
cavalgadas arquivadas
subscrever feeds