Sexta-feira, 18 de Junho de 2010

Como sabem, eu aproveito a minha hora de almoço para fazer tudo e mais algum coisa. (Excepto para comer.)

(Quando eu digo que aproveito a minha hora de almoço para fazer tudo e mais alguma coisa, não estou a dizer - nem a querer dizer, porque se eu quisesse dizer, dizia mesmo - que sou a única pessoa do mundo a fazê-lo. Nem que, por fazê-lo, sou melhor ou superior aos restantes mortais. Digo somente que EU faço. Se outros também o fazem, Porreiro, pá!. Quem sabe até nos juntamos todos num grupo do Facebook?!)

O que vocês não sabem é que eu ando há meses a adiar aproveitá-la (ai, a procrastinação tuga... mea culpa!) para ir lavar e aspirar o meu Bolinhas. Tendo decidido fazê-lo esta semana. Sem falta!

 

É que a situação tornou-se insustentável.

Eu já não aguento mais o gozo de que sou vítima sempre que alguém entra no meu carro.

Pudera! São papéis em cima do banco, são papéis no chão, são dois casacos de malha (pretos!) por lá perdidos, DVDs da colecção da Ipsílon (Por falar nisso... Hei-de dizer que a colecção já deveria ter acabado por este altura. Mas eu, cumprindo o ritual - sou uma gaja de hábitos - continuo a a passar pela papelaria todas as Sextas-feiras e elas continuam a dar-me DVDs, em troca de 1,95€. Não consigo recusar. A quem interessar, esta semana saiu  The Brown Bunny, de Vicente Gallo. Filme que já vi e é muito avariado. E quando eu digo que já vi o filme, nem me passa pela cabeça querer dizer que fui a única no mundo a fazê-lo...), livros, duas pastas de arquivo, uma bolsa de telemóvel da TMN, uma saca da Zara com qualquer coisa dentro, dois maços de tabaco e uma garrafa de água, vazios, à espera de serem deitados ao lixo, etc.

Só para terem uma ideia: uma viatura que, segundo o Livrete, diz poder transportar 5 pessoas, pode, neste momento, e no limite, transportar 4. Dois deles apertadinhos e sem sítio livre para pousar os pés!

 

No entanto, o melhor tem sido despachado para a mala ao longo de meses. (Sempre que vou ficando sem espaço na frente, passo para o banco de trás. Quando deixo de ver o banco de trás, passo tudo para a mala.)

Assim sendo, e citando de memória: dois guarda-chuvas, mais livros, CDs e DVDs, duas pashminas, um casaco de malha (azul!!), revistas e jornais antigos, duas caixas de sapatos vazias e uma cheia (com uns sapatinhos da colecção Outono 2009, por estrear) e uma pedra-fondue (sei lá o nome técnico daquilo!...) que comprei compulsivamente no Pingo Doce (passo a pub).

Acho que está tudo. A mala do carro é pequena.

 

Só para terem uma ideia, há tempos fui mandada parar numa Operação STOP (Actividade preferida da PSP: mandar para a Brun. Opá, é que não me podem ver! Já aconteceu pararem-me duas vezes na mesma (!!) Operação STPOP!), com qualquer coisa relacionada com a fiscalização de armas brancas. Precisavam de revistar as viaturas. (Senhora condutora, faça o favor de me acompanhar até à bagageira da sua viatura. Que medo!...)

Quando eu abro a mala do carro e o senhor agente viu aquele espectáculo, optou por acreditar na palavra de Brunhild. (E fez muito bem.)

(E mal ele sabia que o melhor estava por vir, quando fosse espreitar o porta-luvas.

É giro ver um agente da PSP encabulado e corar. Fica-lhes bem. Contrasta com a farda e com aquele ar sisudo. Um mimo! Ai, ai...)

 

Perdi-me! Onde ia?!...

Ah! Sim, ir lavar e aspirar o Bolinhas…

Esta é a razão pela qual eu adio, de hora de almoço para hora de almoço, esta tarefa. Sei que me vai dar (muito) trabalho. (E eu sou preguiçosa.)

 

Tendo surgido um pequeno problema pessoal que precisava de resolver, numa dependência da Função Pública, este passou imediatamente para o topo da lista de Coisas a fazer na hora de almoço.

Ontem, dia que eu tinha destinado para tratar do Bolinhas, foi o dia.

 

Sabia de antemão que o horário de funcionamento (devidamente afixado no local) era das 13h30 às 16h. (Maravilha!) E também sabia que a pessoa em questão (só) atendia a partir das 14h.

Não arriscando, cheguei às 13h50. Pediram-me para aguardar. Seria a primeira a ser atendida.

Aguardei pacientemente durante meia hora. E continuei a aguardar, mas impacientemente, durante mais meia hora. (Mas esta gente não sabe que a hora de almoço é preciosa?!)

Eram 15h (hora a que eu desisti de aguardar) e a Dr.ª Funcionária Pública ainda não tinha chegado da sua hora de almoço. (Tinha saído para almoçar ainda não era meio-dia.)

 

Posto isto, concluo o seguinte:

 

- De facto, não sou a única pessoa a aproveitar a hora de almoço para fazer tudo e mais alguma coisa;

- A Função Pública tem muito pouco de Função e tem ainda menos de Pública;

- Eu quero ir trabalhar para o Departamento de Recursos Humanos da PSP!;

- E quero ter direito a três horas de almoço e sair às 16h;

- Devemos despachar primeiro as tarefas que dependem só de nós e depois passar às que dependem de terceiros;

- Devo trocar, urgentemente, o meu Bolinhas por um Smart;

- Sou viciada em calçado;

- Tenho que deixar de comprar roupa de cor preta;

- Aqueles que não querem ver as suas viaturas revistadas pela polícia devem mantê-las no estado que eu mantenho a minha. (Estou disponível para ministrar Acções de Formação e afins.)

- Quem vê fardas, não vê sorrisos.

- Viva a ADSE!

- A cafeína estimula o cérebro mas torna-o desconexo.

 

 

A todos, bom bom-de-semana!



publicado por Brunhild às 15:06 | link do post

De naovouporai a 18 de Junho de 2010 às 16:40
ahhhh que bem que me vai saber esse bom bom-de-semana! ;D

resumindo, biatura limpa ou nem por isso? :P ehehe

sabes... quando bazamos da praia no outro dia, estaba eu a pensar na bida numa fila de trânsito quando reparei que o meu porquito (a viatura) já lebaba com o sabonete. E ainda bem que me ocorreu isso, que o porquito (a biatura) tem a mania de ir ao chubeiro uma bez por ano (não faço ideia porquê), e então tóca de o lebar, e ele gostou muito, e o dono também. ;))


De Brunhild a 18 de Junho de 2010 às 16:43
Qualquer dia vou ao Shopping, perco o amor a 15€ (Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii) e dou-lhe tratamento de SPA, no CarWash. :D


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
cavalgadas recentes

Álbum: raízes

hold on to your dream

O efeito Gabriela

Cindafuckin'rella, precis...

Sonata de Outono

Olá!

...

paradoxos, incongruências...

espreitar

não gosto

ás vezes

O supremo verbo da humani...

as coisas que eu ouço

e esse Natal, como foi ?

Albúm de fotografias

reencarnação deferida

retratos da vida a 2

Toc Toc ?

leva-me aos fados

in a dark place #1

comentários recentes
A perda não foi minha. Esta, pelo menos. Mas um di...
Vive-se segurando a dor na dor dos outros. Tentand...
ah pois é! :)
ahhhh... a bela juventude!!! :P
e tu achas que eu não penso nisso? tenho mais medo...
porque alguém - Walt Disney?! - nos disse que para...
a ver por algumas parideiras que por aí e por aqui...
sim, se assim não fosse a humanidade não existia. ...
Maria, obrigada por leres o nosso blog. Beijinhos
Qual é o supremo verbo da humanidade, parir?!...Se...
outras cavalgadas
cavalgadas arquivadas
subscrever feeds