Domingo, 2 de Dezembro de 2012

Mais um filme: Pretty Woman.

Apanhei-o quase no início e, mais uma vez, fui incapaz de resistir. Esta incapacidade que tantas vezes adiou o banho ao carro.

Sei-o de cor. É inevitável.

 

À medida que o filme avança, vou recordando a discussão, à mesa de um bar, no fim-de-semana passado, à volta das Sombras de Grey.

As semelhanças entre ambos são flagrantes. No entanto - e aqui reside a a diferença - Vivian, alegadamente, liberta Edward do mundo frio e cinzento em que vive, injetando-lhe  calor e cor, humanidade. Conteúdo, ok!; Forma, duvidosa.
Já nas Sombras - pelo que ouço dizer - Anastacia liberta Christian da sua mente turtuosa, pela sua candura e inocência. O anjo redentor que tantos procuram. Claro!, pulvilhado a rodos por cenas de sexo, que estamos no século XXI. Nem forma, nem conteúdo.

 

Encontrar incongruências em ambas as estórias (e principalmente na última), não é o que proponho; É demasiado fácil.

O que proponho, e o que me surpreende, é apontar a capacidade de donas de casas mais ou menos desesperadas se deixarem levar a acreditar em ilusões tão flagrantes.

Evadirmo-nos da realidade é quase obrigatório, principalmente, quando se vivem tempos como este, desprovidos de esperança. Mas ilusões deste tipo também nos trouxeram até aqui, quando vivemos durante anos, financeiramente, acima das nossas possibilidades. Sem nos apercebermos.

 

Cuidado!



publicado por Brunhild às 21:53 | link do post

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
cavalgadas recentes

Álbum: raízes

hold on to your dream

O efeito Gabriela

Cindafuckin'rella, precis...

Sonata de Outono

Olá!

...

paradoxos, incongruências...

espreitar

não gosto

ás vezes

O supremo verbo da humani...

as coisas que eu ouço

e esse Natal, como foi ?

Albúm de fotografias

reencarnação deferida

retratos da vida a 2

Toc Toc ?

leva-me aos fados

in a dark place #1

comentários recentes
A perda não foi minha. Esta, pelo menos. Mas um di...
Vive-se segurando a dor na dor dos outros. Tentand...
ah pois é! :)
ahhhh... a bela juventude!!! :P
e tu achas que eu não penso nisso? tenho mais medo...
porque alguém - Walt Disney?! - nos disse que para...
a ver por algumas parideiras que por aí e por aqui...
sim, se assim não fosse a humanidade não existia. ...
Maria, obrigada por leres o nosso blog. Beijinhos
Qual é o supremo verbo da humanidade, parir?!...Se...
outras cavalgadas
cavalgadas arquivadas
subscrever feeds