Quarta-feira, 26 de Agosto de 2009

No outro dia, após uma manhã de bradar aos céus, resolvi esvaziar a cabeça e, à hora de almoço, comprei a Happy.

Infelizmente - ou felizmente, agora nem sei - fui chamada de urgência ao local de trabalho antes de poder ler a dita.

 

Ontem dei com ela no carro, ainda por ler, e metia-a debaixo do braço com o intuito de a desfolhar.

 

Ai, ninas!

 

Dos 18 artigos a que a revista se resume (retirada a publicidade e produções de moda), 4 são sobre sexo, 4 são sobre as ditas ciências holísticas, 2 são sobre beleza, 6 são sobre moda e 2 são sobre temas (até) interessantes (que devem ter ido lá parar por acaso, para encher).

 

Tendo em conta que na mesma revista, a sua directora, Carla Ramos, escreve no editorial que "no último bimestre (...) passamos a barreira dos 111 mil exemplares vendidos por mês sendo a revista feminina mensal mais vendida que se apresenta na banca sem brinde na capa", em que é que se tornaram as mulheres portuguesas? Belas e tranquilas predadoras sexuais?!

 

A minha esperança é que grande parte desses exemplares vendidos tenham o mesmo fim que este - o meu - teve: lixo!



publicado por Brunhild às 15:03 | link do post | comentar

7 comentários:
De Ortlinde a 26 de Agosto de 2009 às 15:32
bobagens! como diriam os nosso irmãos!

foi uma pena ter ido para o lixo! estava a pensar formar uma empresa de colecta dessas revistas e vende-las a custo baixo para os consultórios médicos. Acompanhei o Sacatone um destes dias a fazer um electrocardiograma, sim, porque isto de andar com psicopitas não é fácil ! continuando, estava sentada na sala de espera e apanhei um grande susto, quando li que uma amiga minha, ia divorciar-se do marido, que até já tinha alterado o regime e bláblábla. Quando me recompus, fui confirmar e a data da revista era de há 3 anos atrás.

OFEREÇO SOCIEDADE


De Brunhild a 26 de Agosto de 2009 às 15:38
Estou dentro!

À ida para casa passo nas bombas de gasolina onde deixei a revista no lixo. ;)
Sou valquíria para arranjar mais algumas. Mas tinha de ir à mala do carro. Não sei se será boa ideia...


De Mª dos Prazeres, Santa Comba Dão a 26 de Agosto de 2009 às 17:07
111 mil exemplares...... hummm.... é facil: quantos cabeleireiros temos em Portugal? Tá explicado!


De Brunhild a 26 de Agosto de 2009 às 17:11
E cafés! Todo o Café que se preze, agora, tem literatura disponível: jornais desportivos para o macho e revistas co-de-rosa para a fêmea.


De Brunhild a 26 de Agosto de 2009 às 17:12
(Já arranjei o ficheiro...)


De Nuno Lx a 27 de Agosto de 2009 às 20:29
Se esta foi a revista que fez um numero só sobre o swing, o que estavas tu à espera?? A desculpa de algumas são os vales de desconto da revista, pois pois...


De Ortlinde a 28 de Agosto de 2009 às 08:10
Benvindo Nunooooooo!!

as férias foram boas?


Comentar post

mais sobre mim
cavalgadas recentes

Álbum: raízes

hold on to your dream

O efeito Gabriela

Cindafuckin'rella, precis...

Sonata de Outono

Olá!

...

paradoxos, incongruências...

espreitar

não gosto

ás vezes

O supremo verbo da humani...

as coisas que eu ouço

e esse Natal, como foi ?

Albúm de fotografias

reencarnação deferida

retratos da vida a 2

Toc Toc ?

leva-me aos fados

in a dark place #1

comentários recentes
A perda não foi minha. Esta, pelo menos. Mas um di...
Vive-se segurando a dor na dor dos outros. Tentand...
ah pois é! :)
ahhhh... a bela juventude!!! :P
e tu achas que eu não penso nisso? tenho mais medo...
porque alguém - Walt Disney?! - nos disse que para...
a ver por algumas parideiras que por aí e por aqui...
sim, se assim não fosse a humanidade não existia. ...
Maria, obrigada por leres o nosso blog. Beijinhos
Qual é o supremo verbo da humanidade, parir?!...Se...
outras cavalgadas
cavalgadas arquivadas
subscrever feeds