Quinta-feira, 19 de Março de 2009

Em noites assim, muito frias e chuvosas, em que não bebi vodka para me aquecer, pergunto-me se saberias adivinhar que me apetecia ouvir aquela. Ou outra, parecida com aquela.


Pergunto-me se saberias que o que me apetecia mesmo era ficar aqui, embrulhada nesta manta que substitui a vodka.


Tu, que me conhecerias como ninguém e que adivinharias sempre tudo, mesmo aquilo que eu não poderia adivinhar, saberias dirigir-te à cozinha, pé ante pé, e abrir uma garrafa de vinho. Tinto. Para aquecer. Do armário, recolherias dois copos. Aqueles dois. Pois saberias que são esses que eu escolheria. São os mais indicados para noites assim.


Em silêncio, um copo para mim, outro para ti.


Antes de mais, um gole.


Eu desencostava-me do sofá. Tu ocupavas o vazio, o teu lugar por direito.


Ainda sem palavras, o meu copo pousaria no chão. As minhas mãos preparavam o leito. E a minha cabeça descansaria, por fim, no teu peito.


Juntos, assistiríamos a um filme, escolhido por ti. Sempre escolhido por ti. Porque saberias o quanto odeio tomar decisões. Sim, sabes bem que seria esse. É esse mesmo que me apetece.


Durante o filme, eu distraída, sentiria a tua respiração e adivinharia o sítios exactos em que irias rir.



E saberia eu, em noites assim frias e chuvosas para ti, adivinhar aquela música que te apeteceria ouvir? Saberia adivinhar o vinho que te apeteceria e os copos que usarias? Saberia escolher o filme? Saberia eu ocupar o teu vazio e o meu lugar de direito?



publicado por Brunhild às 00:57 | link do post | comentar

mais sobre mim
cavalgadas recentes

Álbum: raízes

hold on to your dream

O efeito Gabriela

Cindafuckin'rella, precis...

Sonata de Outono

Olá!

...

paradoxos, incongruências...

espreitar

não gosto

ás vezes

O supremo verbo da humani...

as coisas que eu ouço

e esse Natal, como foi ?

Albúm de fotografias

reencarnação deferida

retratos da vida a 2

Toc Toc ?

leva-me aos fados

in a dark place #1

comentários recentes
A perda não foi minha. Esta, pelo menos. Mas um di...
Vive-se segurando a dor na dor dos outros. Tentand...
ah pois é! :)
ahhhh... a bela juventude!!! :P
e tu achas que eu não penso nisso? tenho mais medo...
porque alguém - Walt Disney?! - nos disse que para...
a ver por algumas parideiras que por aí e por aqui...
sim, se assim não fosse a humanidade não existia. ...
Maria, obrigada por leres o nosso blog. Beijinhos
Qual é o supremo verbo da humanidade, parir?!...Se...
outras cavalgadas
cavalgadas arquivadas
subscrever feeds