Quarta-feira, 9 de Setembro de 2009

 

 

 

Não sei se já vos disse, mais do que 274 vezes: eu não preciso de elogios! Muitos menos elogios fáceis, de superfície.

Curiosamente, sei muito bem quem sou e como sou. Não preciso que ninguém me diga.

 

Para valerem, os elogios têm de vir na forma de reconhecimento. E, para isso, é preciso conhecer. Duas vezes!

 

E mais vos digo. Diz-me a minha experiência que quem dá elogios facilmente, também os tira, com a mesma facilidade.


sinto-me bidente

publicado por Brunhild às 11:58 | link do post | comentar

12 comentários:
De naovouporai a 9 de Setembro de 2009 às 13:32
you're golden, double' o nine! ;D


De Brunhild a 9 de Setembro de 2009 às 15:05
AHAHAHAHAHAH

Não há dinheiro, ou elogio, no mundo que me compre!


De naovouporai a 9 de Setembro de 2009 às 15:08
já tenho as 2 seasons da breaking bad para ti! ;)


De Brunhild a 9 de Setembro de 2009 às 15:25
you're golden!!! :D
(Ò pra mim a fazer a dança da Abbey...)


De Eduardo a 9 de Setembro de 2009 às 14:37
Este tópico daria pano para mangas, mas não vou por aí. Apenas tenho a dizer que concordo plenamente contigo e se por acaso fosse gaja, diria exactamente o mesmo!! ;) Não há paxorra pa piropos de segunda a toda a hora! :p


De Brunhild a 9 de Setembro de 2009 às 15:07
Eu não me refiro só a piropos, mas também. E, sim, de facto daria pano para mangas. Mas está muito calor para isso, mangas.


De Brunhild a 9 de Setembro de 2009 às 15:09
E, no entanto, fiz um quizz no FaceBook: How much are you worth?
$78.64


De Brunhild a 9 de Setembro de 2009 às 16:17
Por falar em piropos...

A vossa valquíria Brunhild sempre foi uma valquíria porreira (e a modéstia nunca terá sido o seu forte), muito Maria-rapaz, one of the guys por assim dizer. Digamos que nunca teve muita paciência para diz-que-disse, conversas à volta de gajos e batons ou para festas-pijama. O que eu gostava mesmo era de rir (e continuo a gostar) e cair na farra (voilá!). Existe melhor companhia que a dos gajos para isto?!
Então, existia esta tendência para eles me contarem tudo o que lhes ia na alma. Consequentemente, fiquei a conhecer de trás para a frente, as suas técnicas "de engate".
Confesso que esse excesso de informação me prejudicou e continua a prejudicar. Pois tenho esta propensão para não acreditar em nada do eles me dizem.

Pois bem.
Recordo um amigo meu, que era muito sensível à beleza. Das mulheres. (E não serão todos?!)
Sempre que via uma mulher bonita, começava logo a imaginar a sua expressão a ter um orgasmo.
E abordava-as assim, frontalmente e sem blábláblás, canas e fogo de artifício. E não é que funcionava?! Talvez fosse a lufada de ar fresco, pela sinceridade nua e crua (!)... Não sei. Sei que elas caíam. Todas! Era impressionante.

Resumindo e concluindo, rapazes.
Nem todas as mulheres precisam de piropos acerca da sua beleza, inteligência ou sentido de humor, jantares em restaurantes chiques e caríssimos onde nem uma gargalhada se pode dar, saídas estudadas com dias de antecedência para impressionar, ou primeiras conversas demasiado intelectuais só para poderem demonstrar o quanto são brilhantes, cultos e inteligentes.
Há mulheres que, se calhar, procuram algo menos... Só isso.


De Mª dos Prazeres, Santa Comba Dão a 9 de Setembro de 2009 às 19:13
E digo mais... substituam esses restaurantes por um bom tascouço e uma boa bodka!!!

E digo ainda mais... quer dizer que num te ris cas gaijas também? Prsa pra ti!

E digo mais ainda... bou enbiar mail da Mª Alice


De Brunhild a 10 de Setembro de 2009 às 09:32
Ai, esta coisa de gerir egos não é nada fácil!... Prsinha!


Já vi mail, vai já dar entrada no estaminé! ;)


De Mª dos Prazeres, Santa Comba Dão a 9 de Setembro de 2009 às 19:20
Pega lá um elogio: eh carapau... e tas com sorte que não me lembro daquele que te mandaram no s. joão!!!


De Ortlinde a 9 de Setembro de 2009 às 18:34
HI HI HI HI HI !!


Comentar post

mais sobre mim
cavalgadas recentes

Álbum: raízes

hold on to your dream

O efeito Gabriela

Cindafuckin'rella, precis...

Sonata de Outono

Olá!

...

paradoxos, incongruências...

espreitar

não gosto

ás vezes

O supremo verbo da humani...

as coisas que eu ouço

e esse Natal, como foi ?

Albúm de fotografias

reencarnação deferida

retratos da vida a 2

Toc Toc ?

leva-me aos fados

in a dark place #1

comentários recentes
A perda não foi minha. Esta, pelo menos. Mas um di...
Vive-se segurando a dor na dor dos outros. Tentand...
ah pois é! :)
ahhhh... a bela juventude!!! :P
e tu achas que eu não penso nisso? tenho mais medo...
porque alguém - Walt Disney?! - nos disse que para...
a ver por algumas parideiras que por aí e por aqui...
sim, se assim não fosse a humanidade não existia. ...
Maria, obrigada por leres o nosso blog. Beijinhos
Qual é o supremo verbo da humanidade, parir?!...Se...
outras cavalgadas
cavalgadas arquivadas
subscrever feeds