Segunda-feira, 12 de Janeiro de 2009

Acho que sempre tive grandes expectativas, expectativas demasiado grandes, irreais, em relação a tudo: à vida, a mim, às pessoas, ao amor.
Qual formiguinha, sempre persegui esse sonho, em busca de algo mais, debaixo de chuva e debaixo de sol, contra tudo e contra todos.

Mas talvez tenha chegado ao meu limite.
Talvez seja hora de encarar a possibilidade de que não existe mais nada além disto. Que isto é tudo o que existe.
Talvez seja hora de abandonar os sonhos e viver a realidade.
Talvez seja hora de viver a vida que alguém escolheu para mim, em vez de procurar aquela que gostaria.

A vida põe-me à prova e eu estou pronta a ceder.
Falta-me o ar, estou sem fôlego, não quero fugir mais. Deixo que me apanhem.

Desiludi-me.
Desempenhei um papel que não era o meu, por facilitismo. Perdi-me e perdi.
Continuo a mesma fraude que sempre fui, mais elaborada e rebuscada, mas a mesma.
Engano-me, enganando.

Nada esperem de mim, pois estou incapaz de dar.
E incapaz de receber, já nada espero.
Vivo sozinha no meu mundo. E neste, onde me recuso viver, não irei sobreviver.

Quanto ao amor, só o sinto. E abro mão para que viva.
Fica a dor do que foi e da expectativa do que deveria ter sido.
Não o soube dizer, não o soube fazer, não o soube viver.

Se isto é tudo o que existe, eu deixarei de existir.



publicado por Brunhild às 13:10 | link do post | comentar

mais sobre mim
cavalgadas recentes

Álbum: raízes

hold on to your dream

O efeito Gabriela

Cindafuckin'rella, precis...

Sonata de Outono

Olá!

...

paradoxos, incongruências...

espreitar

não gosto

ás vezes

O supremo verbo da humani...

as coisas que eu ouço

e esse Natal, como foi ?

Albúm de fotografias

reencarnação deferida

retratos da vida a 2

Toc Toc ?

leva-me aos fados

in a dark place #1

comentários recentes
A perda não foi minha. Esta, pelo menos. Mas um di...
Vive-se segurando a dor na dor dos outros. Tentand...
ah pois é! :)
ahhhh... a bela juventude!!! :P
e tu achas que eu não penso nisso? tenho mais medo...
porque alguém - Walt Disney?! - nos disse que para...
a ver por algumas parideiras que por aí e por aqui...
sim, se assim não fosse a humanidade não existia. ...
Maria, obrigada por leres o nosso blog. Beijinhos
Qual é o supremo verbo da humanidade, parir?!...Se...
outras cavalgadas
cavalgadas arquivadas
subscrever feeds