Quinta-feira, 29 de Outubro de 2009

There is only one freedom of any importance, freedom of the mind.

 

Se eu acreditasse (pudesse, conseguisse, quisesse acreditar) na reencarnação, diria que, numa outra vida, no passado, fui Iris Murdoch.

 

You know more about me than anyone. You are my world.

 

Uma história muito bonita. Vejam o filme. Eu empresto.

 

"Precisamos de acreditar em algo divino, sem recorrermos a Deus.

Algo a que possamos chamar amor... ou bondade.

Como dizia o salmo...

«Para onde partirei do meu espírito... Para onde fugirei da tua presença?

Se subir aos céus, lá estarás... Mas se fizer a minha cama no inferno, olhai!... lá estarás também.

Se for nas asas da madrugada, para morar na parte mais distante do oceano... mesmo aí a tua mão me guiará. E a tua mão direita me apoiará.»"

 

 

 

 

 

Dear thoughts are in my mind and my soul it soars enchanted,

As I hear the sweet lark sing in the clear air of the day,

For a tender beaming smile to my hope has been granted,

And tomorrow he shall hear all my fond heart longs to say.

I will tell him all my love, all my soul's pure adoration,

And I know he will hear my voice and he will not answer me nay,

It is this that gives my soul all it's joyous elation,

As I hear the sweet lark sing in the clear air of the day.



publicado por Brunhild às 10:15 | link do post | comentar

mais sobre mim
cavalgadas recentes

Álbum: raízes

hold on to your dream

O efeito Gabriela

Cindafuckin'rella, precis...

Sonata de Outono

Olá!

...

paradoxos, incongruências...

espreitar

não gosto

ás vezes

O supremo verbo da humani...

as coisas que eu ouço

e esse Natal, como foi ?

Albúm de fotografias

reencarnação deferida

retratos da vida a 2

Toc Toc ?

leva-me aos fados

in a dark place #1

comentários recentes
A perda não foi minha. Esta, pelo menos. Mas um di...
Vive-se segurando a dor na dor dos outros. Tentand...
ah pois é! :)
ahhhh... a bela juventude!!! :P
e tu achas que eu não penso nisso? tenho mais medo...
porque alguém - Walt Disney?! - nos disse que para...
a ver por algumas parideiras que por aí e por aqui...
sim, se assim não fosse a humanidade não existia. ...
Maria, obrigada por leres o nosso blog. Beijinhos
Qual é o supremo verbo da humanidade, parir?!...Se...
outras cavalgadas
cavalgadas arquivadas
subscrever feeds