Sexta-feira, 24 de Abril de 2009

ou melhor, o Seu Pinto da Costa quer, o homem executa e a obra nasce!

E lá está o Caixa entalado entre o estádio do Dragão e a VCI.

Quem passa é só olhar para um edificio rectangular com as pontas ovais, se não conseguir perceber, é aquele que parece uma filial da Caixa Geral de Depósitos, desculpem, aquele que diz Caixa Geral de Depositos.

Aiii o orgulho de ser cliente deste banco.

Eu só lhe trocava o nome por outro mais apelativo um nome tipo Pavilhão Nuno ou Pavilhão Depósitos ou Pavilhão Pinto, tudo menos Caixa. Já basta o povo dizer "vou á caixa porque ando doente" agora também vai dizer "vou á Caixa porque vou ver o basket"!

Agora, não é como dizem as más linguas que é só futebol,o "Caixa" é para o hoquei, andebol e basquetebol. E já vai estrear no próximo 6 de Maio com um jogo de Andebol


Voltando á festa....

Ena que aquilo é que foi uma festa! Todinha azul e branca! Eu estava lá, mas não vi. Tive pena.

Como fui actuar, mandaram-me ficar nos bastidores. Aquilo era um vaivém de gente que nunca mais acabava. Os jogadores, não vou dizer quais porque tenho péssima memória para nomes, o Sr.Presidente, a Fernanda Ribeiro, o Rui Reininho, a nossa querida Yolanda Soares e outros que agora não me lembro.

O pessoal de cena mandou-nos entrar no momento em que o Presidente estava debaixo do holofotes. E mesmo no escuro, houve cabeças que se viraram, para ver o que se estava a passar. Tá mal! Nada devia mexer, enquanto o Senhor fala!

Eu não faço idéia há quanto tempo durava o discurso, mas nós entramos a meio e ele falou e falou e os meus pés já doíam. Ora como não apanhei o inicio da palestra, perdi o interesse. Isto é como as novelas, ou começas a ver desde o primeiro episódio ou então não vale a pena.Prá próxima vou de sapatilhas, sapatinho de tacão não é confortável para ouvir discursos.

Lembro-me de uma frase ou outra, como "eu quero", "eu disse", "telefones sob escuta", "eu não tenho medo", blá blá blá. Doíam-me os pés.

Quase me emocionei com a adoração que aquela gente tem pelo Sr.Pinto da Costa, aquilo é um culto. Nem tossiam. E havia quem estivesse lavada em lágrimas.Eu também quase chorava porque me doíam os pés.

Entretanto, como no fim de um espectáculo, todos se levantam e aplaudem. Era a nossa deixa. A orquestra dá as primeiras notas e lá começamos a cantar La Traviata. O excerto do brindisi, então o Sr.Presidente e os outros Senhores, chamados convidados VIP, erguiam as suas taças num brinde. 27 anos á frente da Presidencia do FCP. È obra! (mais uma).

Finalizamos a cantar o Hino do FCP da Amélia Canossa e com todos os presentes de pé a acompanhar-nos.

Canhões de confetis azuis e brancos e está feito!

Nada feito!
Não é que vai uma criatura ao microfone balbuciar umas palavras que eu não percebi?! Mas será que ninguém disse áquele senhor que depois de um qualquer Presidente, seja do que for mais ninguém fala?!

Já ninguém liga ao protocolo?!

Ah! tenho uma querida japonesa, muito senhora de si e com muita experiencia de vida ao meu lado, que entretanto me pergunta no seu sotaque oriental "quem é este senhor que fala tanto?" - é o senhor Pinto da Costa, presidente do FCP e bla bla bla,-digo eu - "hummmm" responde ela.

Ela nem imagina o quanto invejo a sorte que ela tem por não saber quem são estes "senhores que falam tanto".



publicado por Ortlinde às 12:45 | link do post | comentar

mais sobre mim
cavalgadas recentes

Álbum: raízes

hold on to your dream

O efeito Gabriela

Cindafuckin'rella, precis...

Sonata de Outono

Olá!

...

paradoxos, incongruências...

espreitar

não gosto

ás vezes

O supremo verbo da humani...

as coisas que eu ouço

e esse Natal, como foi ?

Albúm de fotografias

reencarnação deferida

retratos da vida a 2

Toc Toc ?

leva-me aos fados

in a dark place #1

comentários recentes
A perda não foi minha. Esta, pelo menos. Mas um di...
Vive-se segurando a dor na dor dos outros. Tentand...
ah pois é! :)
ahhhh... a bela juventude!!! :P
e tu achas que eu não penso nisso? tenho mais medo...
porque alguém - Walt Disney?! - nos disse que para...
a ver por algumas parideiras que por aí e por aqui...
sim, se assim não fosse a humanidade não existia. ...
Maria, obrigada por leres o nosso blog. Beijinhos
Qual é o supremo verbo da humanidade, parir?!...Se...
outras cavalgadas
cavalgadas arquivadas
subscrever feeds